PRAIA DA BRISA  - Veja  Aqui!!!


 

PARQUE MUNICIPAL FAZENDA DO VIEGAS

 Um patrimônio tombado literalmente.

Localizado em Senador Camará, Rio de Janeiro, o Parque Municipal Fazenda do Viegas, foi por muitos anos uma opção de lazer para quem desejava fazer uma verdadeira viagem histórica e interagir com um rico ecossistema pertencente à Mata Atlântica. Com acervo histórico e cultural do período colonial, a área da Fazenda do Viegas, era popularmente conhecida como um lugar ótimo para passear com a família. 

A sede da fazenda e a capela de Nossa Senhora da Lapa foram erguidas em 1725, sendo este um dos estabelecimentos rurais mais importantes da época. 
 

No início do século XIX, a Fazenda do Viegas começou a substituir o plantio da cana-de-açúcar pelo de café, sendo uma das precursoras da nova cultura agrícola. Após o declínio da atividade cafeeira no final do século XIX, a região da Fazenda do Viegas teve como contribuição para sua urbanização a construção do ramal ferroviário de Santa Cruz, em 1890, e a implantação da Companhia Progresso Industrial do Brasil, conhecida como Fábrica Bangu, em 1893. 

Hoje, tombada pelo patrimônio histórico desde 1938, a Fazenda do Viegas é uma sucata de lixo. Suas estruturas estão todas quebradas, os móveis coloniais foram todos roubados e virou terra de ninguém. Uma pena, pois o local é rico em vegetação nativa onde se pode observar o ipê-amarelo, a paineira, bem como palmeiras imperiais nas áreas próximas às edificações. Era um local ótimo para fazer trilhas no parque em meio a fauna local que compreendia espécies como o pica-pau-do-campo, o bem-te-vi e o beija-flor lesoutão.

O parque, que tem uma área de 9,5 hectares, está abandonado e cheio de mato. A única coisa funcionando lá é um setor de apoio aos funcionários da Prefeitura que trabalham nas localidades próximas.  Aliás, eu estive lá há poucos dias, e os trabalhadores reclamaram da falta de água para beber, falta de banheiro para uso, ou seja, o local está completamente abandonado.

Maéria e fotos: Luiz Martins (www.impactonline.com.br)


 Envie suas opiniões ou sugestões para os e-mails:

impactonline@bol.com.br, luizgmartins2@yahoo.com.br, eliasdoimpacto@gmail.com